10 previsões sobre o mercado de mídias sociais para 2015

Quais são as previsões do mercado de mídias sociais para 2015? O que vem por aí que pode impactar a vida do profissional e das empresas que desejam trabalhar com marketing digital e mídias sociais?

Eu fiz essa pergunta para os profissionais de mídias sociais que fazem acontecer no mercado. Para os profissionais que estão criando oportunidades pelo Brasil com o seu ótimo trabalho.

A medida que mais respostas forem chegando vou atualizando o post.

Veja a resposta de cada um deles.

Estamos vivendo a “3º guerra mundial” com a pulverização da internet e a inclusão de milhares de pessoas nas mídias sociais. Agora é hora de olharmos para os nossos “soldados” e humanizar essa relação. Eles não querem mais “armas”. Reconhecimento e customização na relação é o que irá fazer a diferença em 2015. Chega de analisar o investimento na “guerra” e comece a analisar a fidelidade e interação com a sua marca dos seus “soldados”.

Guilherme Machado é palestrante, autor e consultor de vendas. Conhecido nacionalmente como o Quebra-Regras.

Em 2015 as redes sociais de conteúdo, como Youtube e Soundcloud, terão um enorme crescimento com o uso dessas ótimas ferramentas. O crescente uso de vídeos no decorrer do ano de 2014 demonstrou como essa ferramenta é essencial para disseminação de conteúdo. Acredito que algo que tomará força no Brasil neste ano de 2015 também será o uso de áudio e os podcasts podem vir com força total.

Chico Montenegro é Sócio-fundador da @agsocialtag, Empreendedor e Fundador do @midiaboom.

Acredito que a tendência está diretamente relacionada ao surgimento de plataformas de gestão em multicanalidade, ou seja, tecnologias que proporcionem uma evolução na maneira com que as marcas e as pessoas se relacionam no ambiente digital. Algumas pesquisas comprovam que, em menos de uma década, houve uma verdadeira revolução nas centrais de atendimento no que tange a redução de chamadas no atendimento humano por meio de projetos de modernização. A nova revolução está ligada ao autosserviço ou autoatendimento, e mais, tudo isso através de dispositivos móveis, ou seja, na palma da mão dos consumidores. As organizações precisarão investir em plataformas de atendimento que promovam uma melhor experiência aos seus consumidores e comportem diferentes públicos e meios de contato, possibilitando pontos de convergência entre o que acontece no ambiente tradicional (1.0) e no ambiente digital (2.0), o que estamos chamando de Plataformas de Gestão do Atendimento Multicanal, ou Plataformas de SAC 3.0.

Eduardo Prange é CBO – Chief Business Officer da Seekr – Gestão e Monitoramento de Mídias Sociais @tseekr

Acredito que as plataformas de vídeo em 2015 vão variar mais. A rede social Vine, criada pelo Twitter, publica vídeos de até 6 segundos. É uma ótima oportunidade para profissionais de SocialMedia e marcas compartilharem mensagens com mais eficiência. Os usuários da rede já estão se especializando (são especialistas) em editar vídeos e contar histórias em apenas 6 segundos, com bom humor e criatividade.

Elisandra Amâncio é Jornalista especializada em Comunicação Digital e Mídias Sociais @elis_amancio

A cada dia temos a oportunidade de pensar, pesquisar, planejar, testar e sempre melhorar, e quando entra um novo ano, parece que isso se intensifica. Acredito que o profissional e marca que conseguir utilizar o Marketing digital para impulsionar esse processo terá um grande diferencial. Saber o que dizer para a pessoa certa e conseguir amplificar essa comunicação é o grande desafio que temos.

Priscila Stuani é impulsionadora de negócios, Presidente do @implantandoMkt e Blogueira.

Acredito que 2015 será o ano das novas mídias. Muitas plataformas novas e inovadoras, crescimento do streaming e a vida mobile irão exigir mais planos de ação dos profissionais. Com alinhamento entre as comunicações on e off não podemos esquecer do bom e velho marketing de relacionamento agregado com as ferramentas de SAC, e-mail marketing e inbound marketing.

Samantha Dutra é publicitária, empreendedora, consultora de marketing e comunicação digital.

Na minha opinião o mercado de social media em 2015 deverá ter um amadurecimento em relação as marcas já presentes e uma maior entrada de marcas que ainda não usam. Acredito que as marcas que já usam manterão o foco com objetivo em relacionamento com o cliente para posicionamento de branding, porém ROI é o que importa para os empresários no final das contas e os objetivos estratégicos da empresa passarão a pautar um relacionamento menos oba oba e mais objetivo. Postagens que tornam o Facebook, o Twitter, o Linkedin e as diversas midias sociais como fim, serão substituídas por postagens mais estratégicas, que levarão as pessoas para paginas de conversão. Já as empresas que vão aderir aos canais sociais em 2015, estas enxergam nas midias sociais uma alternativa mais “barata” de comunicação para as suas ações em um ano em que a economia mostra recessão.

Vinícius Melo é Sócio Diretor da Rebellion Comunicação.

O conteúdo continua sendo ‘Rei’ na terra das mídias sociais e, em 2015, quem ocupará o trono será o audiovisual. Além das fotografias, que já imperam nos conteúdos do Facebook e em mídias como Instagram, os vídeos (entre eles os micro-vídeos) tendem a ganhar força nos investimentos em comunicação digital. Se antes uma agência criava conteúdo para TV e fazia derivações para web, agora a criação tenderá a pensar a web desde o princípio. Além disso, o investimento em mídia online cresce paralelamente ao de conteúdo, uma vez que, para conquistar um maior alcance e engajamento, principalmente em mídias como Facebook, é necessário o investimento em publicidade. Mídias como o próprio Instagram já ensaiam anúncios nos EUA e devem realizar testes no Brasil este ano.

Marcel Ayres é Sócio-diretor da COM Inteligência Digital e da PaperCliQ Comunicação e Estratégia Digital.

About