Engajar Clientes: Aprenda em 3 passos

Num mercado em constante expansão, as empresas estão lutando para distinguir-se da sua concorrência.

Mas a maioria das empresas realmente não sabem que tipo de marketing é necessário construir para manter o sucesso a longo prazo.

Aqui está a essência: Qualquer tipo de marketing deve engajar o cliente. Customer Engagement é sobre a criação de interações reais entre a sua marca e seus clientes.

Um relacionamento que oferece aos seus clientes um valor real e tangível vai beneficiar você também.

A maioria dos e-commerces sabe que o engajamento com o cliente é importante, mas acabam focando apenas no aumento das conversões.

Mas, na verdade, usar estratégias de marketing apenas para melhorar sua taxa de conversão pode ser prejudicial. Elas podem esmagar a perspectiva de ganhar clientes ao longo do tempo antes que o processo possa realmente começar.

Obviamente, as conversões são essenciais para a saúde do seu negócio. Mas sem compromisso, o público vai perder o interesse em você.

Você pode transformar seus clientes em compradores recorrentes e embaixadores de sua marca: clientes que irão promover o seu negócio e indicar os seus produtos e serviços para outras pessoas.

Clientes engajados têm um maior lifetime value e pode ter um impacto real sobre a sua posição no mercado.

Neste post, iremos explorar três estratégias poderosas que sua empresa deve usar para engajar os seus clientes para que eles tornam-se ativos valiosos para a sua marca.

Iscas para Geração de Leads

O primeiro passo para criar clientes engajados, é claro, adquiri-los. Em vez de empurrar um visitante pela primeira vez para “comprar, comprar, comprar,” você pode iniciar um relacionamento com ele, que certamente terá resultados melhores.

Iscas para geração de Leads

A melhor maneira de começar um relacionamento é oferecer um isca (lead magnet).

Iscas são um atrativo muito importante para engajar os seus clientes. Uma isca pode ser apresentada através de um opt-in (formulário) oferecendo algo de valor para o seu cliente, em troca do endereço de e-mail dele.

A chave aqui é valor. Seus prospects não serão motivados a compartilhar o seu endereço de e-mail a menos que você oferecer algo que eles irão achar valioso, algo que torna sua vida um pouco mais fácil.

Geralmente os e-commerce oferece um opt-in com algo nada engajador por exemplo “Assine a nossa newsletter!” Ou um pop-up com um código de cupom.

Nenhuma delas fazem qualquer coisa para engajar clientes e os descontos podem diluir o valor real de suas ofertas de vendas.

As Iscas deve oferecer informações uteis aos seus clientes e de alta qualidade que irá ajudá-los a conhecer, gostar e confiar em você. Quer sejam ou não comprar de imediato, capturar o seu endereço de e-mail permite que você continue trabalhando a sua estratégia de marketing ao longo do tempo com eles.

Abaixo estão algumas idéias de Iscas que você pode usar em seu negócio. Elas são flexíveis o suficiente para trabalhar em todos os segmentos de mercado e pode ser refinado e testado facilmente até que você tenha uma isca que consistentemente traz potenciais compradores engajados para o seu negócio.

Desenvolva alguma dessas iscar para usar em seu negócio, e você estará tomando uma grande oportunidade de gerar e engajar os seus clientes.

1. Vídeos

Vídeo é amplamente utilizado no comércio eletrônico. Um estudo de 2015 descobriu que 4 vezes o número de compradores on-line preferem assistir a um vídeo sobre um produto do que ler sobre ele.

Isso é um enorme número de potenciais clientes, por isso certifique-se que você tenha algum vídeo de alta qualidade em seu site e que você está coletando os e-mails dos visitante antes que eles possam acessar tudo.

Não só os compradores ama vídeos mas também o Google. Sites com conteúdo de vídeo tendem a classificar bem nos resultados dos mecanismo de busca (particularmente quando hospedados no YouTube, propriedade do Google), uma vez que você pode obter um maior engajamento do usuário.

Aqui estão algumas opções para o conteúdo do vídeo:

  • Vídeos Produtos

    Esses vídeos permitem que os clientes possam examinar o produto, tanto quanto possível, sem chegar a tocá-lo. O vídeo mostra o produto de todos os ângulos e demonstra as principais características ou elementos. Isto é ideal se o seu produto é altamente visual (como roupas, joias, eletrodoméstico ou eletrônicos).

  • Vídeos de Demonstração

    Mostram o produto em ação e são ideais para produtos experimentais (como equipamentos de cozinha, equipamentos esportivos ou suprimentos criativos). Eles também permitem que você mostre o resultado final de usar o produto, que pode ser um poderoso motivador.

  • Vídeos do processo de criação

    Também conhecido como vídeos “behind-the-scenes”, estes vídeos mostram como o produto é criado e dar ao cliente uma visão real sobre o processo e história por trás do produto. Parece simples, mas estes são altamente envolventes, especialmente se seus produtos são feitos à mão.

  • Vídeos de Branding

    São ideais para educar e inspirar seus clientes potenciais. Eles contam a sua história, o como, o porquê do seu negócio. São poderosos em dar o seu público um senso de conexão e identificação e mostrando-lhes que os seus produtos são o ajuste perfeito para eles.
    Vídeos de Depoimentos: Depoimentos de outros clientes são uma ótima maneira de transmitir o valor e posicionamento único de seus produtos. Clientes satisfeitos serão sempre seus melhores embaixadores.

Agora, certifique-se de não assustar ninguém quando você solicitar o seu e-mail, uma grande quantidade de vídeo é gratuito e acessível, por exemplo no Youtube, hoje o segundo maior buscador da internet.

Uma maneira fácil de contornar isso é criar um pequeno (menos de 15 segundos) video teaser e pedir a inscrição antes de mostrar o conteúdo. Se você pode dar-lhes uma pequena amostra do que eles querem ver, eles serão motivados em dar-lhe os seus dados para obter o resto. Em seguida, você pode mostrar a eles o conteúdo no site se você tiver único opt-in ou enviar o vídeo para o seu e-mail se você tem o double opt-in.

Um bom exemplo da utilização de vídeos é a Magazine Luiza

2. Estudos de Casos (Cases)

Os estudos de casos são uma maneira poderosa para realçar a utilidade do seu produto.

Geram muitos leads porque eles permitem que os seus prospects conhecer duas coisas:
1) Você tem uma profunda compreensão do problema ou necessidade de seu cliente,
2) Você tem uma solução que já provou ser bem sucedida para os outros.

Um estudo de caso é um conjunto de depoimento e um guia “Como fazer”.

Ele fornece uma análise completa da situação que o cliente está tentando resolver, demonstra como seu produto resolve o problema, e ilustra o resultado em cores, gráficos e etc.

Os estudos de caso são histórias sobre como seus clientes obteve os resultados que eles queriam usando seus produtos ou serviços. As histórias são fáceis de entender e relacionar-se, para que os clientes potenciais possam rapidamente imaginar-se tendo o mesmo resultado positivo com o uso do seu produto.

Para engajar clientes crie um estudo de caso poderoso, abordando as seguintes dicas:

O problema, necessidade, ou desejo que o cliente está experimentando. Realmente mergulhar profundamente dentro dele e tocar em cada parte do seu problema, a fim de envolver tanto as suas emoções e lógica.

Mostre-lhes que não estão sozinhos nesse problema. Fale sobre quantos clientes o seu produto tem ajudado. Escolha alguns clientes para falar sobre o que eles estavam passando e quais as consequências poderiam ter tido se eles não conseguisse resolver o problema.

Explicar, em detalhes, como o produto resolveu o problema para seus clientes. Não poupe nada aqui. Fale sobre as características e a forma como o produto é utilizado em várias situações e incluir alguns depoimentos específicos que descrevem o quão foi positiva a experiência do cliente que estava usando o seu produto ou serviço.

3. Guias

Você pode digitar “Como…” no Google nos dias de hoje e obter uma resposta sobre qualquer coisa. As pessoas estão ativamente à procura de soluções práticas para os problemas em suas vidas diárias, por isso, se o seu produto resolve um problema como esse, você deve construir um guia.

Por exemplo, se você vende aparadores de pelos, e ter um monte de perguntas sobre se o seu aparador pode ser usado para fazer barbas, você provavelmente deve criar um guia de como fazer barba com o seu aparador.

Talvez você vende maquiagem. Seu guia poderia ser sobre o tratamento da pele. Se você vender equipamento de escalada, o seu guia poderia ser sobre como planejar uma viagem.

A maioria dos produtos têm alguns tópicos relacionados que são facilmente conectados a sua oferta. Mesmo que o seu produto não funciona exatamente para um guia de “como fazer”, você sempre pode redirecionar o formato em um tutorial, uma receita, ou instruções.

Seu suporte ao cliente é uma mina de ouro para inspirar esses guias.

Use as perguntas de seus potenciais e atuais clientes. Seus clientes atuais podem dar-lhe uma visão sobre o que eles queriam saber antes que eles compraram, para que possa reutilizar essas informações para ajudar a converter os clientes em potencial.

Nós da Publidex já criamos vários guias (e-books) para nossos clientes. Segue um exemplo de como empregamos esse recurso em nossa estratégia.

E-book O futuro da sua empresa com Inbound Marketing

Marketing de Conteúdo para Engajar Clientes

Criação de conteúdo rico em torno de seu produto é uma grande oportunidade para construir o relacionamento e, finalmente, para impulsionar as vendas. Quer se trate de blogs, podcast, ou vídeos no YouTube, você pode alcançar grandes audiências com o seu conteúdo.

Marketing de Conteúdo

De fato, em 2015, o marketing de conteúdo foi responsável por cerca de 30% de todos os esforços de marketing digital. Mesmo que o espaço on-line às vezes pode se sentir saturado, apenas sobre cada nicho e produto ainda tem espaço para conteúdo de alta qualidade.

Seu conteúdo deve fazer seus clientes se sentir que o seu conteúdo foi escrito especificamente para eles. Deve ser útil e focado, criado com a linguagem que eles usam, imagens que se referem, e gatilhos.

O conteúdo criado com o cliente em mente é mais poderoso.

Sua opinião sobre o produto, embora importante, não é o que o cliente se preocupa. Eles se preocupam com o que o produto vai fazer por eles e se ele se encaixa com a sua situação e necessidades.

Para construir uma estratégia eficaz de conteúdo, você precisa saber os seguintes dados sobre o seu cliente:

  • Demografia
  • A quem eles prestam atenção
  • A quem eles desejam ser
  • O que os motiva
  • Quais são seus medos
  • Onde eles gastam seu tempo (online e offline)
  • Que tipo de linguagem que eles usam

Se você ainda não desenvolveu o perfil ou persona do seu cliente, essa é a sua primeira prioridade.

Uma vez que você realmente conhece seus clientes desta forma, você vai ser capaz de criar conteúdo que agrada a eles em um nível profundo. Você também vai mantê-los engajados e começar a estabelecer sua marca como uma autoridade no seu segmento de mercado.

O conteúdo que você cria também será o que você precisa para ajudar seus clientes a se mover ao longo do seu funil de vendas e da forma que você quer.

Marketing de Conteúdo é tão eficaz que você pode incluir opt-in (ofertas), como iscas de geração de leads. É mais fácil acompanhar o seu ROI, porque você pode acompanhar o seu público se recebeu ou não as suas iscas, passar por seus funis, e converter em clientes.

Outro benefício é que o marketing de conteúdo é multicanal – uma vez que é publicado, você pode usar esse conteúdo, desde que você deseja adquirir clientes. Ele se integra perfeitamente com as mídias sociais, PPC, SEO e, portanto, é uma ferramenta poderosa para seu arsenal de marketing e engajar clientes.

Parcerias

Quer se trate de uma parceria, ou um acordo de patrocínio, uma parceria com outra empresa adiciona um novo mundo de possibilidades para o Customer Engagement.

Para seus clientes existentes, uma parceria com outra marca pode criar uma nova onda de interesse em seu produto. Isso pode levar a recontratação e aumento de vendas.

Parcerias

Parcerias também coloca sua marca a frente de um novo público relevante, que estará com os mentes abertas para as suas propostas e produtos.

Uma maneira simples de parceria com outra empresa é através de podcast. Sendo destaque em um podcast bem conhecido em seu segmento vai despertar o interesse tanto para os clientes existentes (irão lembra de sua relevância e autoridade) e para novos clientes (irão saber sobre uma marca que pode atender às suas necessidades).

Antes de você organizar um acordo de entrevista ou patrocínio, você vai precisar chegar ao proprietário da empresa ou podcaster e construir alguma relação.

O engajamento com o seu cliente é fundamental para o sucesso contínuo do seu negócio.

Preste muita atenção aos seus clientes e os seus problemas, dá a eles um valor real, e se concentre em manter o seu produto sempre a vista das pessoas que precisam dele.

Estas estratégias irão ajudá-lo a construir um público leal e engajado que compram de você “recursivamente” e irão ajudar o seu negócio a crescer e expandir.

Quem já viu essas estratégias melhorar o engajamento do cliente em seu próprio negócio? Você tem alguma dica sobre iscas, marketing de conteúdo? Por favor, compartilhe nos comentários abaixo!

About